Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial - Associado à FAAP

Think tank, and a do tank

Ed. 26: Homicídios

Por que tanto se mata na periferia de São Paulo?

Autor: Bruno Paes Manso | Publicado em 2000

Homicídios

Dois dias antes do Natal de 1999, três jovens mulheres, segundo a polícia envolvidas no tráfico de drogas, foram encontradas mortas às 4:30 da manhã no Jardim Herculano, uma favela no extremo da Zona Sul, num lixão chamado Vera Cruz, usado por assassinos para abandono de cadáveres. As três mulheres - Elena de Oliveira Franca (33), Fabiana dos Reis Brás (19) e Renata Aparecida Camargo (18) - estavam nuas e tinham hematomas nos seios. Segundo a polícia, as marcas foram provocadas por golpes de chave de roda e macaco de carro. Foram executadas, baleadas na nuca. Às 3h foram abordadas na frente da casa de Elena por três homens armados e encapuzados, que empurraram-nas para dentro de um carro. Familiares disseram que vinham recebendo ameaças desde a semana anterior e que os assassinos rondaram a casa quatro vezes no dia anterior à chacina. Dois carros foram encontrados abandonados a 1 km do "lixão", ambos com placas frias, com as portas de um deles sujas de sangue. A polícia disse que um dos assassinos foi identificado, mas ninguém foi preso.

Downloads

Assuntos relacionados:

  1. Pesquisas O mito da "lei seca" na redução da criminalidade
  2. Pesquisas O papel da polícia na redução dos homicídios
  3. Pesquisas A violência da ONU contra São Paulo
  4. Pesquisas Ranking da criminalidade nos pequenos, médios e grandes municípios paulistas em 2002
  5. Pesquisas Variação populacional e criminal em 1995 e 2002

Endereço e
contatos:

Rua Ceará, 2
CEP 01243-010
São Paulo - SP - Brasil

Tel. (11) 3824-9633