Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial - Associado à FAAP

Think tank, and a do tank

Ed. 02: O Estado e o mercado

Um diálogo com Jeffrey Sachs sobre reformas econômicas.

Autor: Norman Gall | Publicado em 1993

O Estado e o mercado

Os anos 80 assistiram ao que parecia ser um triunfo do capitalismo e da democracia,o que produziu o consensode que o progresso humano só pode se desenvolver comliberdade econômica e política. Regimes livremente eleitossubstituíram ditaduras em muitos países da América Latina,no ex-império soviético e na África. Vários países iniciaramreformas econômicas, para eliminar distorções incapacitantespor meio da liberação das forças de mercado. Agora,barreiras institucionais, no Brasil e na Rússia, paralisama política econômica. Esses dois países iniciaram o ano de1993 sob ameaça de hiperinflação, ao mesmo tempo em queprocuram alternativas para sistemas políticos fracassados.Um dos maiores defensores das reformas econômicas aolongo da década passada foi o professor Jeffrey Sachs, daUniversidade de Harvard e membro fundador do InstitutoFernand Braudel de Economia Mundial, que, desde 1985,tem dado assessoria a governos em crise de muitos países:Bolívia, Polônia, Rússia, Costa Rica, Eslovênia, Mongólia,Estônia e Peru. Cheio de juventude na aparência e no estilo,Sachs provoca intensas controvérsias políticas a respeitodas soluções ortodoxas que propõe para a desorganizaçãoeconômica de suas recomendações em favor da assistênciafinanceira internacional e da redução de dívidas paraapoiar reformas ortodoxas. Braudel Papers publica aquium diálogo entre Sachs e Norman Gall, diretor-executivodo Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, sobreas perspectivas da reforma econômica como meio de revertero empobrecimentoe a desorganização.

Downloads

Endereço e
contatos:

Rua Ceará, 2
CEP 01243-010
São Paulo - SP - Brasil

Tel. (11) 3824-9633