Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial - Associado à FAAP

Think tank, and a do tank

Com apoio do 'Estado', Instituto Fernand Braudel debate instituições brasileiras

Entidade inicia ciclo de colóquios para discutir o País; evento começa neste sábado, 12, e é gratuito

O Estado de S. Paulo, 11/08/2017

O Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, com apoio do Estado, inicia um ciclo quinzenal de colóquios sobre a consolidação e o aprimoramento das instituições brasileiras. O primeiro convidado será o embaixador e ex-ministro da Fazenda Rubens Ricupero. Ele conduzirá um diálogo sobre evolução institucional do Brasil desde o Plano Real, lançado por ele em 1994.

O evento ocorre nesta sábado, 12, às 17h, na Casinha dos Círculos de Leitura do Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, localizado na Rua Tinhorão, 60, no bairro de Higienópolis, em São Paulo. A entrada é gratuita.

“Nos colóquios, iremos receber jovens de alto potencial e interessados nos rumos do País. A ideia é discutir as nossas instituições e o quanto podemos melhorá-las. O que sinto é que o brasileiro é muito passivo e, ao mesmo tempo, com poucos canais de participação. Nesse momento da vida política, é preciso estar alerta”, disse Norman Gall, diretor executivo do Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial. Para Gall, o Brasil precisa de novos líderes. “Nosso papel é abrir caminhos para esses jovens e qualificá-los. Esse é o nosso trabalho.”

Por meio do colóquio do ex-ministro Ricupero, o instituto quer fomentar a discussão e responder duas perguntas: “Por que não surgem novas lideranças no Brasil? ” e “O que devem fazer as novas lideranças para melhorar a qualidade de vida pública? ”. A base da palestra será o livro A Diplomacia na Construção do Brasil 1750-2016, de autoria do próprio Ricupero, e que será lançado até o fim do ano.

Em um dos trechos do livro, Ricupero fala sobre o fracasso ou sucesso das nossas instituições. “Os países que dão certo são aqueles onde as instituições se revelaram capazes de se autorreformar no grau necessário e na hora adequada. Estará o Brasil entre eles? A resposta vai depender não do fado ou das estrelas, e, sim, do que acontecer a partir de agora e nos próximos anos. Nada, nem o sucesso nem o fracasso, está predeterminado ou garantido.”

Programa. Além da inédita obra de Ricupero, o programa de colóquios terá como base a seguinte bibliografia: Cidadania no Brasil: O longo caminho, do historiador José Murilo de Carvalho; A Luta Contra a Corrupção: A Lava Jato e o Futuro de um País Marcado pela Corrupção, de Deltan Dallagnol; As Origens da Ordem Política: Dos Tempos Pré-Humanos até a Revolução Francesa de Francis Fukuyama; Pós-Guerra: Uma História da Europa desde 1945 de Tony Judt, diretor do Instituto de Estudos Europeus na Universidade de Nova York, e O Futuro da Democracia de Norberto Bobbio. Também será usado nos diálogos o rico acervo dos Braudel Papers, publicados nas últimas décadas.



Artigo publicado originalmente no jornal O Estado de S. Paulo em 11 de agosto de 2017. Clique aqui para acessar.

Endereço e
contatos:

Rua Ceará, 2
CEP 01243-010
São Paulo - SP - Brasil

Tel. (11) 3824-9633